Blog

Da evolução 8K a uma nova categoria de TVs 4K, conheça a linha 2020 de TVs Samsung

A Samsung mantém seu compromisso com o mercado brasileiro e anuncia, a partir de hoje, o novo portfólio de TVs para o país. O lançamento do line-up de 2020 reforça o pioneirismo da marca com a expansão da linha QLED 8K no Brasil, contando inclusive com a TV que mudará para sempre a percepção de tecnologia de ponta. A empresa apresenta ainda o máximo da qualidade de imagem na já consagrada linha QLED e na inovadora The Frame. Além disso, a Samsung insere em seu catálogo de Smart TVs 4K uma nova categoria, a Crystal UHD, única a aliar um pacote completo e exclusivo de recursos: design inovador, alta qualidade de imagem e conectividade. E para concluir, os novos Soundbars chegam trazendo praticidade e maior envolvimento sonoro.

“Apresentamos um visual ainda mais sofisticado em todo novo portfólio, com destaque para a presença das bordas infinitas que ajudam a redefinir a experiência de entretenimento do usuário, permitindo que ele veja apenas o conteúdo e não foque na TV. Além disso, incrementamos recursos de conectividade, com a chegada de múltiplos assistentes de voz1 e da função Multi Tela², e tornamos o nível da qualidade de imagem Samsung ainda melhor” diz Gustavo Assunção, Vice Presidente da Divisão de Consumer Electronics da Samsung Brasil.

O lançamento da nova linha de TVs Samsung contou com um evento especial e 100% online, com participação de executivos da empresa para explicar detalhes e novidades sobre os produtos e a campanha de divulgação no mercado. “Estamos no mercado brasileiro há 33 anos, temos mais de 10 mil funcionários e duas fábricas no país. Além disso, a Samsung é líder global na indústria de TVs por 14 anos consecutivos e nossa missão é nos mantermos nessa liderança, oferecendo ao mercado produtos inovadores que tornam a vida dos consumidores mais confortável e conveniente”, afirma Jay Kim, Presidente da Divisão de Consumer Electronics da Samsung Brasil.

Confira abaixo mais informações sobre o novo portfólio de TVs da Samsung no Brasil:

QLED 8K

Pioneira com a tecnologia 8K no Brasil, a Samsung agora expande o portfólio e redefine o conceito de imersão lançando uma TV que é 99% tela. A QLED Q950T remove a distração das bordas para máximo aproveitamento do conteúdo. Seja pela perfeição dos acabamentos ou pela incrível espessura de apenas 1.5cm, a Q950T foi concebida como uma obra prima do Design e é uma TV insuperável. A Única Conexão e o Suporte de Parede No-GAP³, que inclusive vem na caixa junto com o produto, amplificam ainda mais esta sensação de perfeição.

A Q800T é a QLED 8K responsável pela ampliação da cobertura Samsung no segmento. Com um design elegante e uma base que parece deixar a TV flutuando na sala, o modelo dispõe de bordas infinitas e um visual livre de cabos. Ambas as telas têm a certificação da 8K Association4, que atesta os padrões para utilização do televisor com tamanha resolução em ambiente residencial.

Nas QLED 8K 2020 nenhum detalhe passa despercebido, seja pelos contornos mais nítidos, maior nível de profundidade seja pela sua resolução 8K5, ou através do 100% do volume de cor, proporcionado pela tecnologia de pontos quânticos. O contraste perfeito é obtido graças à tecnologia Direct Full Array 32x6 e as imagens realistas e brilhantes via HDR10+, que chega a atingir picos de inéditos 4.000 NITs.

O processador Quantum 8K também evoluiu. O recurso de Upscaling com Inteligência Artificial, é capaz de aproximar conteúdos em qualquer resolução para próxima do 8K7, desta vez utilizando uma rede neural própria, trazendo perfeição e leveza ao processo como um todo.

E o que era mais improvável, a Samsung tornou possível. Com o recurso de som em movimento, o consumidor poderá usufruir de uma experiência sonora cinematográfica com alto-falantes espalhados pela tela, que acompanham o a dinâmica e o movimento dos objetos nas cenas, como se você estivesse no meio da ação. É possível até conectar um Soundbar Samsung8 e ter esta experiência potencializada pela sincronia sonora9 dos equipamentos funcionando em conjunto.

Preços sugeridos:

Q800T 65” – R$ 17.999,00

Q800T 75” – R$ 26.999,00Q950T 75” – R$ 39.999,00Q950T 85” – R$ 99.999,00

QLED

A QLED Samsung foi a categoria que desenvolveu o mercado Premium de TVs no Brasil, e hoje oferece o que existe de mais moderno e qualitativo na entrega de imagem – seja pela tecnologia de pontos quânticos que oferece 100% do volume de cor, pelo alto nível de brilho, que permite visualização de todos os detalhes, ou pela garantia de 10 anos contra o efeito burn in10. Estas características de imagem, assim como a sofisticação do design com bordas infinitas, fazem parte de todo o portfólio 4K de 2020, que conta com 4 versões: Q95T, Q80T, Q70T e Q60T.

A Q95T é a QLED 4K mais completa do portfólio, e além de ser compatível com o suporte de parede No-GAP, também é a única a desfrutar da única Conexão.

Já a Q80T é considerada referência no mercado de games ofertando recursos como Motion Plus e Free Sync. Sempre que um console é ligado, automaticamente a tela privilegia a performance e ativa uma série de funções para diminuir o tempo de resposta, dar maior fluidez ao jogo, evitar imagens quebradiças e até aprimorar a exposição de luz nas cenas mais escuras. O modelo inclusive conquistou o “Prêmio CES 2020 de Inovação – Jogos” por otimizar a experiência dos jogadores tanto no quesito de imagem, como em áudio – isto porque até neste modelo, a função “Som em Movimento” e “Sincronia Sonora” estão presentes, o que traz muito mais envolvimento sonoro e ao jogo.

Até a Q70T, detentora de uma elegante base em T11, o processador Quantum 4K se faz presente e ficou mais rápido e inteligente – agora além de também fazer o upscale com o uso de inteligência artificial, consegue reagir às mudanças de som e iluminação no ambiente, seja adequando o nível de volume dos diálogos frente à ruído externo ou ajustando o brilho e o contraste da TV devido a uma mudança de luz na sala – tudo automaticamente para pleno conforto do consumidor.

A Q60T traz com exclusividade a versão de 50”, considerada a polegada mais popular no mercado brasileiro. A partir desse modelo temos tanto o aplicativo SmartThings12, que transforma a TV na central de automação na sua casa, quanto a nova função Multi Tela, para que o consumidor espelhe o smartphone com a TV e simultaneamente permaneça acompanhando algum outro conteúdo.

Preços sugeridos:

Q60T 50” – R$ 3.499,00

Q60T 55” – R$ 4.099,00

Q70T 55” – R$ 4.999,00

Q80T 65” – R$ 10.999,00

Q70T 75” – R$ 12.999,00

Q70T 85” – R$ 19.999,00

Crystal UHD

A Crystal UHD é uma nova categoria de TVs 4K13 e um marco de evolução tecnológica no segmento. Ela oferece um pacote exclusivo de vantagens com design inovador, melhor imagem e recursos de conectividade, trazendo uma série de benefícios antes só encontrados na categoria QLED.

O nome escolhido pela Samsung para representar essa evolução do 4K da categoria está ligado ao  inovador processador Crystal responsável por aperfeiçoar a qualidade de imagem das telas, compondo melhor as cores, apresentando um melhor nível de contraste e finalmente proporcionando um upscaling com mais precisão e qualidade. A TU8000 ainda conta com o Modo Game, que automaticamente muda as configurações da TV e diminui o tempo de resposta sempre que um console é ligado.

Os novos modelos de Crystal UHD tiveram uma revolução em design e contam – de maneira inédita – com bordas infinitas para aperfeiçoar a experiência imersiva. Soma-se a isso a tela mais fina do mercado14 e o visual livre de cabos15, com uma solução de canaletas exclusiva que permite organizar os cabos e escondê-los atrás da TV. A TU8000 ainda traz mais uma característica de QLED – o Modo Ambiente versão Foto, para harmonizar a Crystal UHD ao espaço do consumidor.

A grande novidade de conectividade fica por conta do comando de voz através dos múltiplos assistentes pessoais, disponível na TU8000 e sem necessidade e aquisição adicional de controle. A Crystal UHD é compatível com a Bixby, assistente de Inteligência Artificial da Samsung e Alexa, serviço de voz da Amazon, integrada. Os recursos da Alexa já estão disponíveis em idioma local, enquanto a Bixby será atualizada para a versão em português no segundo semestre, quando também devem ser aplicado o pacote do Google Assistente.

Outras vantagens como controle remoto único16 e a conexão Bluetooth, presente desde a TU7000, permitem aproveitar a praticidade de controlar tudo com apenas um controle e a conexão sem fio entre a TV e outros aparelhos.

Preços sugeridos:

TU7000 43” – R$ 2.299,00

TU8000 50” – R$ 2.699,00

TU8000 55” – R$ 3.299,00

TU8000 65” – R$ 4.999,00

TU7000 70” – R$ 7.299,00

TU8000 75” – R$ 8.299,00

TU8000 82” – R$ 16.999,00

The Frame

A The Frame faz parte da inovadora linha Lifestyle da Samsung, criada para ser uma TV quando ligada e uma obra de arte quando desligada. Acionando o exclusivo Modo Arte, o usuário tem acesso a Coleção Samsung e suas 20 obras pré-carregadas na TV como degustação; mas a grande oportunidade é a Art Store17 – uma galeria online exclusiva que dá acesso a mais de 1200 conceituadas obras de arte, desde Monet até Kandinsky, via assinatura mensal ou aquisição de obra específica. Para deixar a The Frame ainda mais parecida com um quadro, escolha uma moldura customizável18 e aproveite o suporte no-gap para pendurá-la rente à parede, tudo conectado por apenas um fio fino e praticamente transparente que ajuda a elevar os benefícios estéticos da categoria.

A grande novidade da The Frame 2020 é a adição do Modo Ambiente 3.019. Com ele, o usuário pode também integrar totalmente a TV à sua sala com um dos 102 conteúdos decorativos.

A The Frame também não deixa para trás toda a qualidade de imagem das TVs Samsung. Por ser uma QLED e entregar 100% do volume de cor com a tecnologia de pontos quânticos, a The Frame também tem garantia de 10 anos contra o efeito burn-in8, então não há razão para se preocupar com a exibição permanente das obras de arte. Também estão presentes os múltiplos assistentes de voz e o controle remoto único.

Preços sugeridos:

LS03T 43” – R$ 5.999,00

LS03T 55” – R$ 7.999,00

Soundbar

O Soundbar permanece como parte fundamental da estratégia da Samsung para proporcionar uma experiência de cinema em casa, e foi desenvolvido para consumidores que apreciam o melhor da qualidade de som, sem abrir mão de praticidade e um design diferenciado para o seu ambiente.

Os novos modelos de Soundbar contam com altíssimos padrões de áudio como Dolby Atmos e DTS Virtual:X, que ampliam a área de alcance do som, tornando a experiência ainda mais imersiva. Trazemos também uma tecnologia exclusiva Samsung, o Acoustic Beam20, que permite a percepção do deslocamento de objetos na tela com máxima precisão.

A grande novidade dos Soundbars de 2020 fica por conta da interação com a QLED Samsung através da tecnologia Sincronia Sonor21, que sincroniza os alto-falantes da tela e do soundbar para uma experiência de som incomparável.

O Soundbar também conta com facilidade de conexão Bluetooth e o Subwoofer Wireless, que deixam o ambiente livre da complicação dos fios e tudo isso torna o Soundbar Samsung a combinação perfeita com a TV.

São três versões apresentadas ao mercado brasileiro, o Soundbar Q800T, de 330W RMS, perfeito para as QLEDs 8K, enquanto o Soundbar modelo Q60T de 360W RMS fica perfeitamente inserido no contexto das QLEDs 4K. Para a categoria Crystal UHD, o Soundbar de 320W RMS é a combinação precisa, tanto em design, quanto em qualidade – assim como todos os outros modelos, o aparelho dispõe de bluetooth para acabar com a confusão dos cabos espalhados na sala, e para aumentar a diversão ao conectar e ouvir a playlist favorita.

Preços sugeridos:

Q60T R$ 2.699

T550 R$1699

Q800 R$3699

IPTV, torrents e processos: como a pirataria marcou a década

Independente da discussão a respeito de quando a década de fato acaba, o site TorrentFreak fez uma retrospectiva do mercado da tecnologia de um ponto de vista bem curioso: a pirataria.

Afinal, o compartilhamento ilegal de arquivos é bastante presente no cotidiano de vários usuários — e passa por uma série de transformações que dependem também de evoluções, retrocessos e novidades na indústria em geral.

Compilamos abaixo esses melhores momentos, fazendo a separação pela temática.

A queda de gigantes

Uma série de serviços clássicos de compartilhamento de músicas, filmes e outros arquivos deixou de existir na década, especialmente após grandes processos judiciais que tornavam insustentável a existência dos sites e programas. A década começou com uma virada de página histórica: o clássico Limewire acabou em outubro de 2010, após o resultado de uma batalha na corte.

Além disso, sites que forneciam hospedagem de arquivos entraram na legalidade para sobreviver ou morreram em definitivo — como o Rapidshare e o Grooveshark, ambos encerrando as ligações com a pirataria em 2015, e com o segundo serviço sempre negando os laços com a ilegalidade.

Além disso, uma enxurrada de sites e fornecedores de torrent foram desativados: Isohunt (2013), EZTV (2015), KickassTorrents (2016), Torrentz (2016), Mininova (2017) e o app Terrarium TV, em 2018.

Outros serviços ainda deixaram as atividades ilegais por outros motivos. O BTJunkie (em 2012) e o ExtraTorrent (em 2017) deixaram de funcionar por vontade própria de seus criadores, enquanto o Demonoid fechou as portas no ano seguinte por causa do falecimento do seu moderador, Deimos. Já o SkyTorrents ficou caro demais de se manter por causa da própria popularidade e também precisou encerrar as atividades.

Fique tranquilo, pois não nos esquecemos do Megaupload — ele merece uma seção especial mais abaixo.

Novos combatentes

Além de sites de hospedagem e buscadores de torrents, outros formatos de compartilhamento ilegal de arquivos apareceram ao longo dos anos. Talvez o mais popular recentemente seja o Popcorn Time, que apareceu pela primeira vez em 2014, foi desativado pelos próprios criadores e voltou tempos depois — com o mesmo nome, mas uma equipe diferente.

A segunda metade da década ainda marcou a popularização das IPTVs, que passaram a fornecer uma alternativa física e “pronta” a vários consumidores. Produtos como as Kodi boxes, com programação variada e comércio dinâmico, passaram a ganhar as manchetes a partir de 2016. Esse é talvez o serviço que mais incomoda as autoridades e instituições atualmente. Há quem chame os sites de “streaming pirata” ou que já trazem catálogos de fácil acesso, do tipo “clique e assista”, de Pirataria 3.0.

Trackers privados, que são sites que fornecem torrents e downloads de arquivos apenas para membros, conseguiram se manter escondidos e continuam existindo até hoje. A maioria é bastante discreta e mantém uma base fiel de membros.

Os processinhos

As autoridades e organizações responsáveis por direitos autorais não descansaram na década. Órgãos como a Motion Picture Association of America (MPAA) e Recording Industry Association of America (RIAA) reforçaram o cerco e aumentaram a quantidade de processos contra sites e serviços, que fecharam as portas aos montes, como você notou seções acima.

Até mesmo a Nintendo se destacou nesse segmento: em 2018, ela fechou dois sites de renome que compartilhavam ROMs da empresa. A comunidade protestou, já que muitos dos arquivos disponibilizados eram raros e não tinham qualquer forma legal de acesso pela empresa japonesa.

Quem tentou se desvincular de forma mais discreta é a Google: a empresa passou a remover alguns resultados com base em solicitações da MPAA e RIAA, além de esconder links para download de arquivos piratas ao máximo e baixar o ranqueamento de páginas de torrent.

Uma década de leis

O estabelecimento de leis que combatem e punem no setor também marcou os últimos anos. É possível destacar duas em especial: a SOPA e a PIPA, que viraram notícia em 2012 por acusações de censura e fizeram a internet inteira protestar contra a sua aprovação “apagando as luzes” de diversos sites. No fim das contas, elas não passaram e os protestos tiveram papel central nisso. Aqui no Brasil, o equivalente ficou conhecido como “Lei Azeredo”.